Caixa amplia para até 90 dias prazo de paralisação em financiamentos

Início » Caixa amplia para até 90 dias prazo de paralisação em financiamentos

Aumento do período de pausa dos contratos abrange as novas iniciativas do banco, anunciadas no dia 16 de março, para enfrentar a pandemia.

Caixa decidiu que irá repassar mais R$ 33 bilhões para reforçar a liquidez da economia nacional, totalizando R$ 111 bilhões em recursos disponibilizados para combater os efeitos da crise (Créditos: divulgação/ Prefeitura de Boa Vista-RR)

A Caixa Econômica Federal decidiu ampliar, de 60 para 90 dias, o prazo limite de paralisação nos contratos de financiamento, tanto de pessoas físicas quanto de jurídicas. No dia 19 de março, o banco havia informado que adotaria medidas para mitigar os impactos na economia do País, causados pelo novo coronavírus, entre elas a redução nas taxas de juros para crédito imobiliário e a suspensão no pagamento de empréstimos.

► Dicas de segurança para operação de retroescavadeiras e pás-carregadeiras

► Pá Carregadeira e Retroescavadeira: Entenda as Diferenças e Semelhanças

► Retroescavadeira ou miniescavadeira hidráulica. Qual melhor opção?

O aumento do período de pausa dos contratos abrange as novas iniciativas do banco, anunciadas no dia 16 de março, para enfrentar a pandemia.

NOVAS MEDIDAS

A Caixa decidiu que irá repassar mais R$ 33 bilhões para reforçar a liquidez da economia nacional, totalizando R$ 111 bilhões em recursos disponibilizados para combater os efeitos da crise. Os novos valores serão utilizados para capital de giro, compra de carteiras, crédito para Santas Casas, além do crédito agrícola.

O banco também aumentou o volume de empréstimos para os entes federados, como o Financiamento à Infraestrutura e Saneamento Ambiental (Finisa) e os financiamentos com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

A estatal abriu limite no dia 02 de março e, em 15 dias, foram contratados R$ 3,35 bilhões (246 operações com 195 tomadores). Estão, ainda, em análise na Caixa 324 operações de financiamento, um total de R$ 5,16 bilhões.

Além disso, o banco disponibilizou, a Estados e Munícipios, assistência técnica gratuita para orientá-los na equacionalização da saúde financeira visando a retomada nas condições de financiamento.