Motoniveladoras – Qual é o ângulo perfeito?

Início » Motoniveladoras – Qual é o ângulo perfeito?

As Motoniveladoras são responsáveis pelo acabamento de superfícies de estradas, barragens, pontes.

 

A conformação do relevo terrestre para implantação de obras de engenharia compreende quatro etapas: escavação, carregamento, transporte e espalhamento. As motoniveladoras entram em cena para nivelar terrenos, criar superfícies planas e duras e em alguns casos, inclinadas ou transversais.

Trata-se de um equipamento composto basicamente por uma lâmina de aço central ajustável (horizontal, vertical e ângulo) com movimentos de até 90º e escarificador para abrir pequenos sulcos por meio de braços mecânicos e/ou pistões hidráulicos e engrenagens. A maioria dos modelos sãos dotados de quatro rodas motrizes traseiras e duas rodas direcionais dianteiras que possibilitam deslocamento por qualquer tipo de via com uma velocidade média razoável.

Também são projetadas com uma pá longa, que é um dispositivo para criação de uma superfície plana. A pá costuma ser instalada entre as rodas dianteiras e traseiras e possui capacidades de elevação, basculante e protrátil. As motoniveladoras podem pesar mais de 20 toneladas e medir mais de 20 metros de comprimento.

Seu campo de atuação abrange uma ampla escala como a construção de estradas, barragens, pontes em que exercem a função de preparar um curso de base lisa e plana para facilitar a colocação do concreto e asfalto. Mas em alguns casos como em países do hemisfério Norte, onde é comum a ocorrência de nevascas, são empregadas na remoção de neve em ruas, rodovias e aeroportos.

Via: aecweb