10 tendências para a construção civil em 2021

Início » 10 tendências para a construção civil em 2021
10 tendências para a construção civil em 2021

Com juros favoráveis, setor da construção deve se manter ativo e crescer ainda mais no próximo ano. Confira 10 tendências para a construção civil em 2021.

A construção civil é conhecida por ser um setor da economia brasileira com considerável estabilidade. No ano de 2020, em meio a pandemia e consequente onda de desemprego, foram criadas quase 17 mil vagas de empregos relacionadas à construção civil no Brasil, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

Essa capacidade de ter pouca flutuação faz com que o setor já se prepare para o ano que vem com a expectativa de alta. Levando em conta esse cenário, para quem trabalha na área, vale a pena ficar atento às tendências para este setor. Conheça algumas delas:

1 – Drones

O uso de drones para etapas iniciais do processo da construção civil vai ser cada vez mais comum. No caso do serviço topográfico, o drone torna a atividade menos trabalhosa para os funcionários, e exige menor locomoção. A ferramenta também é menos suscetível a erro do que a etapa convencional de topografia.

2 – BIM Building Information Modeling

O chamado BIM é uma forma de modelar toda a edificação de maneira interativa, com possibilidade de visão tridimensional e que abrange todo o ciclo de edificação. O uso de um software com essa tecnologia permite que os engenheiros possam, inclusive, identificar possíveis problemas que aconteceriam durante a obra, tornando o planejamento da obra muito mais rápido e eficaz. Outra vantagem é que o BIM permite fazer orçamentos de obras muito mais precisos, já que calcula o investimento de material que será utilizado na obra. Não é à toa que a tendência está muito em alta para 2021, já que a partir de então, o uso do BIM será obrigatório em obras públicas, segundo o decreto de difusão da ferramenta, de 2018.

3 – Robotização de processos

O ano de 2021 tem tudo para consolidar a construção civil na chamada Indústria 4.0. A previsão é que agora o uso de robôs e máquinas com inteligência artificial estejam nos canteiros de obras. A automatização de processos, sobretudo os repetitivos, reduz a necessidade de mão de obra e torna as etapas mais rápidas e menos suscetíveis a erros. Ao que tudo indica, a construção civil vai ficar cada vez mais automatizada, reduzindo custos, equívocos e retrabalhos.

4 – Sustentabilidade

A construção civil foi, por muito tempo, uma área relacionada ao impacto ambiental. Hoje, adaptar-se cada vez mais a uma agenda de sustentabilidade também se mostra um diferencial de mercado. A preocupação com o meio ambiente já é uma tendência recorrente e ela chega ainda mais forte em 2021. Cada vez mais a construção civil busca opções menos poluentes para as obras, inclusive por razões econômicas. Pequenas mudanças que reduzem a produção de resíduos sem perder em segurança e qualidade reduzem também o gasto em recursos.

5 – Energia renovável

Assim como a sustentabilidade, o uso de energias renováveis veio para ficar. Com o avanço das discussões sobre energias limpas, a escolha por medidas sustentáveis não se mostra só aliada do meio ambiente, mas também do setor econômico. A energia sustentável tende a aparecer na construção civil tanto em medidas mais simples, como aquelas que priorizam a luz e ventilação natural, bem como nas mais complexas, com a instalação de placas fotovoltaicas e uso de recursos renováveis em todas as etapas do projeto.

6. Automação predial

Uma das tendências da construção civil que ajuda a otimizar as edificações, reduz erros e falhas humanas, custos operacionais e melhora o processo de manutenções programadas.

São tecnologias que melhoram a segurança e economia durante a construção e que podem melhorar a vida dos usuários. O controle de luzes e elevadores por aplicativos online são exemplos de como a automação pode tornar o projeto mais econômico e prático.

7. Realidade aumentada

É uma forma de visualizar as estruturas em tamanho real antes que elas estejam prontas. Além de estimular a criatividade dos profissionais envolvidos no projeto, permitindo identificar possibilidades que no papel não podem ser vistas, garante maior alinhamento e precisão para a obra, reduzindo o risco de erros.

8. Impressão 3D

Seja na impressão de vigas ou de imóveis completos, é uma forma de facilitar a execução de projetos e utilizar materiais mais sustentáveis. A economia de tempo e recursos (humanos, materiais e orçamento) faz o investimento nessa tecnologia ser um diferencial importante para a construção civil 2020.

9. Aplicativos e softwares

É preciso destacar o surgimento de novos softwares e aplicativos que prometem facilitar a vida de todos os envolvidos nos projetos.

Softwares para a construção civil para a montagem de cronogramas, por exemplo, ganham destaque pela facilidade em acompanhar a evolução da obra. Aplicativos mais completos, além de documentar cada etapa, garante a conexão direta com fornecedores.

Com as tecnologias certas sua obra ganha muitos benefícios. Você controla melhor tempo e recursos, os atrasos na entrega são eliminados e há um maior controle do uso do orçamento. Por isso, ficar atento às novas tecnologias que surgem e às tendências da construção civil é essencial, permitindo que seu negócio invista em novidades capazes de gerar lucratividade e competitividade.

10. Realidade virtual e softwares de segurança

São recursos que tendem a ser muito utilizados nos próximos anos, permitindo simular situações típicas de obras e treinar os trabalhadores para utilizar equipamentos sem riscos de acidentes.

Além disso, são tecnologias que auxiliam no desenvolvimento de inspeções e auditorias, reduzindo os riscos de irregularidades e acidentes nos canteiros de obra e emitindo alertas caso surjam situações de emergência e perigo.

Via: globo / obraprimaweb