Cuidados na Manutenção do Óleo de Máquinas

Início » Cuidados na Manutenção do Óleo de Máquinas
Cuidados na Manutenção do Óleo de Máquinas

Um procedimento primordial a ser realizado em máquinas pesadas (como escavadeiras hidráulicas ou rolos compactadores, por exemplo) é a verificação e manutenção periódica do óleo utilizado nesses equipamentos.

A partir do momento em que se tratam de veículos (e suas respectivas ferramentas) de força motriz hidráulica, o óleo configura-se, naturalmente, como um dos principais elementos que fazem parte da composição desses equipamentos.

Assim sendo, é muito importante que se esteja sempre atento aos níveis de óleo e sua devida aplicação nessas máquinas. Normalmente é recomendado que se faça a troca de óleo de máquinas pesadas ao atingirem a marca de três meses de uso (ou quinhentas horas de operação).

No entanto, essa medida é variável e pode ser observada uma alteração nesses valores dependendo do equipamento utilizado (bem como suas características específicas e peculiaridades) e o tipo de serviço ao qual o veículo em questão está sendo empregado.

No que diz respeito à troca de óleo de máquinas pesadas é recomendado que se faça uma verificação preventiva da conservação do óleo daquele equipamento. Isto é, sugere-se que, ao invés de apenas realizar o serviço da troca na marca de três meses de uso, por exemplo, que os níveis e o estado do óleo naquela máquina sejam analisados com alguma frequência.

Dessa forma, é possível que seja feita uma utilização precavida daquele óleo, o que, por sua vez, diminui as chances de algum problema relacionado ocorrer e, por consequência, aumenta sua vida útil (tanto da máquina quanto do óleo).

A troca de óleo é constituída por algumas fases: a drenagem (que consiste na retirada do óleo do reservatório); seguido da limpeza (ou troca) dos filtros; e, por fim, o reabastecimento do reservatório com óleo novo.

Essas etapas devem ser seguidas com rigor, então garanta que todo o procedimento seja sempre feito (guiado, ou, no mínimo, supervisionado) por pessoas capacitadas e que o óleo a ser utilizado seja sempre de boa procedência – para que, assim, você possa garantir sempre o melhor desempenho e estado de conservação do seu equipamento.