Maior Projeto de Engenharia Civil do Mundo em Londres

Início » Maior Projeto de Engenharia Civil do Mundo em Londres
Maior Projeto de Engenharia Civil do Mundo em Londres

Londres começou, em maio de 2009, a construção de um de seus mais ambiciosos projetos de engenharia civil: a Crossrail. O projeto, aprovado em 2007 e com previsão de término para o fim do primeiro semestre do ano de 2019, se trata de uma grande expansão das linhas ferroviárias metropolitanas da cidade britânica.

Por se tratar de uma obra de grande magnitude, praticamente qualquer característica relacionada a este projeto possui aspectos e estatísticas de proporções assombrosamente elevadas.

A começar pela equipe de profissionais que atuam no projeto, que por si só já revela números exorbitantes: apenas entre engenheiros, há mais de dez mil pessoas trabalhando – isso sem falar no equipamento empregado na obra, que dispõe dos mais variados tipos de máquinas pesadas, tais como escavadeiras hidráulicas, rolos compactadores, tuneladoras, entre muitos outros.

Desnecessário dizer, com dez anos de duração e cortando quase que inteiramente toda esta cidade que é um dos maiores e mais influentes centro turísticos e financeiros do mundo, a Crossrail é uma obra cuja realização foi dividida em muitas cautelosas fases para que pudesse, agora, chegar com sucesso em suas etapas finais de execução.

Uma de suas principais características são os 21 km de túneis duplos que foram abertos na região subterrânea da cidade – que, por sua vez, juntamente com o metrô de Londres (diga-se de passagem, o mais antigo do mundo) somará mais de 100 km de extensão. Contando com quarenta e uma estações, o Crossrail visa atender a uma previsão de aproximadamente 200 milhões de passageiros por ano.

Ao ser oficialmente inaugurado, no outono (britânico, isto é, fim do primeiro semestre) de 2019, o Crossrail será rebatizado como Elizabeth Line. O nome é uma homenagem a Elizabeth II, rainha da Inglaterra desde sua coroação em 1953 até os dias de hoje.