Saiba como escolher a escavadeira ideal para sua obra

Início » Saiba como escolher a escavadeira ideal para sua obra

As escavadeiras apresentam entre si características diferentes, é possível optar por exemplo, por um sistema hidráulico ou elétrico. A cabine conectada ao braço exerce trabalhos de escavação e esses, podem realizar uma rotação de até 360º. As escavadeiras tem uma ampla gama de aplicações industriais e comerciais. Nesse artigo foi feito um comparativo entre as escavadeiras para facilitar a sua escolha na obra a ser feita. Separamos por tópicos os pontos que merecem atenção. Confira:

Profundidade da escavação

Para trabalhar em sub solos que apresentam na maioria das vezes bastante água ou são bem úmidos, é necessário um boa escavação  sem a necessidade de deslocamento constante no nível mais baixo e  sem que a máquina ou os caminhões que serão carregados tenham contato direto com o solo mole.

Não é nenhuma novidade dizer que nesse trabalho a escavadeira hidráulica é imbatível. Com a máquina, é possível  escavar até 2 níveis abaixo do piso onde a máquina está localizada (mais de 6m de profundidade), sem ter que necessariamente descer com a máquina até este ponto, muito menos os caminhões que serão carregados, que muitas vezes, terão uma enorme dificuldade para sair do subsolo e acessar à rua. Ainda falando em caminhões, com a escavadeira hidráulica, dispensa a lavagem dos pneus antes de saírem da obra por não terem tido contato com lama ou barro.

Um grande número de fabricantes opta por não fornecer um conjunto padrão de braço e lança, deixando por conta do cliente escolher qual atenderá melhor suas necessidades.

A eletrônica nas escavadeiras

A eletrônica presente nas escavadeiras e máquinas de terraplenagem em geral tem como principal objetivo aumentar a produtividade, a confiabilidade, o conforto do operador e reduzir despesas com manutenção e combustível.

Porém, o preço das escavadeiras eletrônicas costuma ser maior, bem como a manutenção.

Por isso, ao decidir qual é a melhor, a eletrônica ou não, é necessário verificar para qual uso e por quanto tempo. A economia gerada pela eletrônica embarcada só se percebe principalmente a longo prazo e em equipamentos que deverão apresentar elevado resultado quanto à produtividade.

A velocidade na escavadeira

Quanto se trata de escavadeira hidráulica, não devemos seguir o exemplo de um carro em que a velocidade é um dos itens mais importantes.

O equipamento precisa além de ser veloz, contar com segurança, estabilidade, além de possuir recursos para reduzir o impacto da desaceleração como frenagem e amortecimento, tanto do giro quanto do sistema hidráulico, evitando trancos e solavancos que além de prejudicar o conforto e comodidade do operador também reduzem significativamente a durabilidade e confiabilidade do equipamento.

Além da velocidade de giro, outro índice de velocidade pode ser importante dependendo da aplicação da escavadeira, como por exemplo a velocidade máxima de deslocamento. Embora a escavadeira hidráulica trabalhe a maior parte do tempo parada, apenas girando em seu próprio eixo, constantemente ela precisa se deslocar e algumas vezes percorrendo distâncias relativamente longas. Nesta hora, é muito importante que o equipamento seja ágil para que o tempo perdido sem produtividade seja reduzido.

A diferença entre a escavadeira mais rápida e a mais lenta foi de aproximadamente 20% e a média de velocidade máxima de deslocamento ficou em torno de 5,46 km/h.

Capacidade da pá nas escavadeiras

A maioria das empresas de aluguel de máquinas pesadas e até mesmo os fabricantes, disponibilizam a caçamba padrão para cada modelo de escavadeira, porém, o cliente também pode escolher a pá que mais atende suas necessidades.

No geral, o interessante é usar uma caçamba com maior capacidade. Se essa grande for a padrão é melhor ainda, pois representa um custo adicional na máquina.