Segurança na operação de máquinas pesadas

Início » Segurança na operação de máquinas pesadas
Segurança na operação de máquinas pesadas

O trabalho com máquinas pesadas frequentemente apresenta situações de risco. Por conta disso, o operador deve redobrar sua atenção no desenvolvimento de suas tarefas, dessa forma reduzindo ao máximo a possibilidade de ocorrência de acidentes, danos ao ambiente de trabalho e ferimentos nos funcionários. Antes de começar a trabalhar, o profissional deve se sentir seguro com a configuração e o funcionamento da máquina pesada que irá operar.

O trabalho com máquinas pesadas requer sérios cuidados relativos à segurança. Qualquer pequeno descuido no momento em que se desenvolve tarefas com esses equipamentos tem uma alta chance de resultar em sérios acidentes – que, por sua vez, podem vir a envolver vidas, causar estragos dramáticos no local de trabalho e até mesmo no ecossistema ao redor.

Assim, antes do início das atividades, é essencial que o operador não apenas se sinta seguro com o funcionamento e respectiva configuração das máquinas pesadas com as quais irá lidar, mas esteja familiarizado também com as especificidades do material a ser trabalhado e do terreno de atuação.

É necessário que sejam estudadas rotas de deslocamento de forma que se busque determinar a mais segura – no entanto, é preciso estar ciente dos trechos mais vulneráveis a acidentes. Ao conhecer os principais pontos que oferecem maior risco, o profissional será capaz de redobrar seus cuidados ao longo da operação em trechos que apresentam chances de intempéries como atolamentos, tombamentos, desabamentos, entre uma série de outras complicações.

Os fabricantes de máquinas pesadas têm buscado reforçar a segurança em seus produtos. Certos modelos possuem cabines fechadas, controle de ruído e cinto de segurança. Há também opções com proteção contra queda de material sobre a cabine e capotamentos, o que pode inclusive dispensar o uso de determinados equipamentos de proteção individual ao longo da operação.

Pode ser que o operador precise de ajuda externa, dependendo das condições do ambiente de trabalho. Há situações, por exemplo em que a máquina precisa se deslocar através de passagens estreitas, e/ou que apresentam visibilidade limitada, e/ou que possui intensa movimentação de veículos e pedestres, por exemplo.

O nível de precisão que operações nessas situações requer é alto – e nesses casos é fundamental que o trabalho ocorra com o auxílio de uma pessoa que possua conhecimento a respeito daquele tipo de operação, bem como domínio da linguagem de sinais utilizada no deslocamento de equipamento e que, evidentemente, esteja perfeitamente atenta ao longo de todo o processo.

A orientação externa é útil não somente nessas situações, mas também naquelas que requerem tarefas como manipulação, elevação e posicionamento de material, trabalhos próximos a rede elétrica e/ou tubulações, entre outras.

Com relação à manutenção de máquinas pesadas, é preciso que seja feita a verificação diária, antes do início do trabalho, de uma série de itens como a pressão dos pneus, níveis de fluidos, estado de desgaste dos materiais, implementos dos equipamentos, entre outros.

É muito importante também que sejam verificadas as áreas da obra com restrição de acesso, as limitações de altura e outros fatores relacionados ao ambiente em questão.

Possui dúvidas sobre alguma das dicas de segurança para a operação de máquinas pesadas que mencionamos? Entre em contato conosco!